Porque ser Dizimista?

Várias pessoas não aceitam o dízimo como verdade. Muitos acreditam que o dízimo era doutrina do velho testamento e após a vinda de Cristo o dízimo foi banido.
Então vamos começar apresentando o ponto de vista de Jesus sobre o dízimo.
Em Mateus 23:23 o próprio Jesus diz:
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, a justiça, a misericórdia e a fé; porém deveis fazer estas coisas (justiça, misericórdia e fé), e não omitir aquelas (dízimo).”
Nesta passagem, Cristo fala sobre os hipócritas, que dizimavam, mas não seguiam os ensinamentos sobre justiça, misericórdia e fé. Jesus deixa claro a importância desses três quesitos apresentados, contudo afirma que não se deve omitir ao dízimo. Então o que deve ser feito é: dizimar e praticar justiça, misericórdia e fé.

Nos dias atuais sabemos que manter uma condição financeira é bastante complicado. E quando se fala em dinheiro, o assunto fica muito delicado. Porém você acha que é do agrado de Deus as pessoas se recusarem a ajudar a obra Dele? Se você acredita verdadeiramente que tudo que possui provém de Deus, então porque achar que dar o dízimo vai te denegrir? Ou que talvez, esse dinheiro destinado ao dizimo fará falta em sua vida? Você não acredita que Deus pode suprir suas necessidades, mesmo se você der 10% daquilo que ganha para a obra de Dele?

Engraçado é que nós estamos cheios de tributos e impostos que devemos pagar e não podemos questionar. Em nossa sociedade atual esses tributos e impostos são nosso dever como cidadão e mesmo que achemos injusto o valor dos imposto que pagamos no nosso país, não adianta questionar, temos que pagar e ponto final. Inclusive, a maioria dos impostos que pagamos, já vem incluso no valor dos produtos que compramos. Porque somos tão passivos para pagar esse impostos exorbitantes e quando se fala dos 10% para a obra de Deus, o negócio esquenta!

Vamos esclarecer algumas coisas! As pessoas, principalmente aqueles que não são servos de Deus, acham que o dízimo é uma ferramenta usada por líderes da igreja para enriquecimento. E isso realmente acontece! Assim como existem pessoas más em pele de cordeiro em outras situações do mundo, dentro de “igrejas” também existe. O que devemos fazer para dizimar com a consciência limpa é:

1º) Escolher uma igreja que você conheça, que você goste e que você saiba que a verdadeira palavra de Deus está sendo pregada. Quando você concorda com aquilo que determinada congregação está pregando, então significa que seu dízimo está sendo destinado à propagação da verdadeira palavra de Deus.

2º) Devemos nos abster daquilo que não é nossa atribuição. Muitas pessoas dão o dízimo e depois ficam reclamando porque o pastor não fez isso ou aquilo com o dinheiro. Precisamos ter em mente que o dever de servo é dizimar. Agora, como esse dinheiro será gasto, não é encargo nosso. Quando formos prestar contas com Deus, no dia do julgamento, Ele não nos perguntará o que foi feito com o nosso dízimo. Deus nos perguntará se entregamos o dízimo. O que foi feito com o dízimo Ele perguntará para o pastor ou encarregado da igreja e não para nós, apenas servos. Não teremos que prestar contas sobre como foi gasto esse dinheiro! Mas sim, apenas, se o entregamos para a obra de Jesus.

Então, pensando em termos de salvação e servidão, o dízimo é apenas mais uma de tantas outras atribuições que temos para sermos considerados servos do Senhor Deus. Quantas outras coisas abrimos mão em nossa vida por causa de Deus!!! Quantas outras coisas fazemos sem questionar, porque somos SERVOS e porque AMAMOS ao Deus maravilhoso que servimos... porque com o dízimo seria diferente?

O dízimo é obrigação do servo de Deus. É claro que temos o poder de escolher para qual denominação entregaremos esse dízimo. Então se você está insatisfeito com sua igreja ou com a forma que o dízimo está sendo empregado, é seu direito escolher outra denominação ou até mesmo uma obra missionária, uma outra obra específica para a propagação do evangelho de Jesus. Mas você deve dizimar!

Deus não nos obriga a ser servos Dele. Ser servo de Deus é uma escolha pessoal de cada um. Ele nos mostra o que tem para nos oferecer se formos servos Dele, é claro! Mas se a pessoa escolher não seguir a Deus e não acreditar em Jesus, isso também é um direito individual de cada um, porém todas as nossas escolhas nos trás consequências. Você precisa estar preparado para arcar com as consequências das suas escolhas. E se sua escolha for seguir a Jesus, então o dízimo está incluso nas atribuições dos servos de Deus.

Eis aqui, alguns links de reportagens que fala sobre os impostos no nosso país. Servo de Deus também precisa estar bem informado!

O dízimo é apenas 10% e o retorno é garantido, pois Deus é generoso para aqueles que dão com alegria a Casa Dele!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador de Visitas Mensal